9

Modelo da Avaliação

“EMEI _______”

FICHA DE AVALIAÇÃO INDIVIDUAL DOA ALUNO(A)
ALUNO(A):
Fase I F 2ºsemestre
PROFESSORAS:
DIRETORA:
ORIENT.PEDAGÓGICA:

Neste segundo semestre, conseguiu se expor mais ao grupo, o que no primeiro semestre acontecia com timidez.
Procurou neste semestre conversar e participar das atividades em conjunto com os colegas, o mesmo ocorreu com a interação com os adultos, conversando mais e expondo acontecimentos ocorridos diariamente.
Continua demonstrando independência na sua higiene pessoal, vestindo sozinha, calçando o tênis e consegue amarra-los.
Diariamente se alimenta, procurando experimentar os vários tipos de alimentos.
Nas atividades diversificadas (cantinhos) permanece o seu “ interesse” pelo desenho, colagem e pintura, ás vezes precisando ser orientada a participar de outras atividades como ; massinha, jogos de encaixes e outros.
Identifica as cores primárias e secundárias(ex:azul, amarelo, verde, vermelho e outras) e suas tonalidades(azul claro, verde escuro). Passou a colorir seus desenhos com lápis de cor, obedecendo aos limites do traçados.
Identifica e nomeia os números 1,2,3,4,5 e conta do 1 ate o 8 sem pular.
Identifica e nomeia as letras B,D,J,V,M,U,X.
Como se interessa por desenhos, possui grande variedade de produções gráficas.
Seu desenho possuem paisagem: chão, céu, árvores, flores, casa , animais e sua figura humana é constituída de cabeça, tronco e membros.
No momento procura uma melhor posição para segurar a tesoura, trocando várias vezes de posição até mesmo de mão.
Consegue escrever o nome (VITORIA) sem auxílio da ficha.
Nas atividades físicas (coord. Motora grossa) procura participar de todas as atividades pula com um pé só, balança sozinha, tem iniciativa em pular corda, participou efetivamente dos ensaios para o momento cultural, até mesmo sabendo a coreografia dos outros personagens.
Demonstrou iniciativa e disposição na confecção dos cartazes sobre cada personagem do folclore, bem como nos registros das parlendas, adivinhações e músicas, na produção do texto coletivo da sala. Teve participação efetiva nos desenhos enviado para o Ziraldo (projeto folclore) e na confecção da tela para o Momento Cultural.
Revela interesse nos assuntos referentes aos projetos desenvolvidos, participando ativamente , expressando seus conhecimentos e idéias.
No estudo dos animais, vem conhecendo algumas características dos animais, tem demonstrado interesse na preservação da natureza e ajudando na conservação do ambiente.
Interessa-se por histórias de conto de fadas. Freqüentemente participa da roda, contando situações já vividas por ela, participa de todas as atividades e brincadeiras . Mostrou -se participativa nas atividades musicais e recorda-se das canções de músicas trabalhadas.
Ao deitar para descansar, notamos que constantemente tem dificuldade em dormir, pois sua respiração fica dificultada chegando algumas vezes ate engasgar. Como foi constatado no primeiro semestre, a aluna também continuou tendo vários períodos com febre, tosse e nariz escorrendo no segundo semestre.



OBSERVAÇÕES:________________________________________
E.M.E.I. “ ”



FICHA DE AVALIAÇÃO INDIVIDUAL

Aluno(a): III B Integral
Professoras: Ano

Diretora: 2º Semestre
Orientadora

Durante este tempo de trabalho juntas, pudemos conhecer a Vanessa um pouco mais. Desde a última avaliação, realizada em junho, as crianças da turma mudaram muito, assim como a Vanessa também mudou.
A Vanessa demonstrou-se uma criança muito ativa, com muita energia, tanto é que as brincadeiras realizadas num ritmo mais lento ou que pedem que o corpo fique mais parado, realizando pequenos movimentos, não exercem sobre ela o mesmo fascínio do que um pega-pega, por exemplo. Aliás, demonstrou-se apaixonada por correr. Sendo assim, a atividade que menos realizou na área externa da escola foi brincar na areia.
Ainda no início do semestre, tinha dificuldade de controlar essa energia expansiva em atividades que lhe exigiam maior concentração, portanto, uma maior contenção do corpo. Um exemplo desses momentos é a roda, em que constantemente envolvia-se em conversas paralelas, virando de um lado para o outro na cadeira... Quando chamávamos a sua atenção, parecia não compreender que esse nosso chamado nada mais era do que um movimento nosso de ajudá-la a se concentrar... Ficava, assim, um pouco chateada, até que foi nos compreendendo e, principalmente, compreendendo a necessidade de se conter em alguns momentos, de se concentrar para poder de fato participar da conversa ou da atividade proposta.
No início do semestre, foi um pouco difícil seu relacionamento com as amizades anteriores pela chegada de uma nova menina na turma, demorando, inclusive, para aceitá-la como amiga. Costuma assumir a postura de decidir quem é que pode ou não participar das brincadeiras que realiza com outras crianças. Assumiu a postura de insistentemente xingar (“Sua burra!”) uma e outra menina com quem não muito simpatiza, fato sempre tomado por nós como motivo de muita conversa, chegando inclusive a lhe explicar o quanto devemos tratar de forma respeitosa inclusive as pessoas de que não gostamos... Com o tempo, essas suas atitudes tornaram-se mais escassas...
Neste último mês de trabalho, tem demonstrado enorme desejo de escrever; inspiradas na Vanessa, as crianças “instituíram” o cantinho que denominaram de “escolinha”.
Na hipótese de escrita realizada pela Vanessa neste mês de novembro, pudemos perceber a utilização freqüente de letras presentes em seu nome na escrita das mais diversas palavras; este fato é bastante comum entre as crianças, uma vez que o nome delas é a principal palavra de referência para a escrita de outras. Trabalhou com a hipótese de uma quantidade mínima de letras (3) para a escrita dessas palavras. Ao escrever uma das frases, a Vanessa colocou as letras de forma aleatória; em outra, houve correspondência sonora entre algumas das letras por ela escolhidas e um artigo e uma palavra presente na frase (“O bolo...”/ “OOLO...” ). Sua escrita encontra-se no nível pré-silábico.
Percebemos que o seu desenho já se estrutura como linguagem e que, portanto, passa a fazer uso dele como veículo de expressão e comunicação. Seu desenho apresenta uma nítida separação entre chão e céu, ainda que a proporção entre as figuras representadas não corresponda ao real. Representa a figura humana de modo esquemático. Como faltam elementos para a representação do real em seu desenho como um todo, podemos afirmar que ele se encontra em um período denominado por Luquet de realismo falhado. Demonstra paixão por desenhar e é sempre muito criativa nos desenhos que faz. Seus traços revelam um estilo bastante pessoal, o que nos permite identificar um desenho seu em meio a tantos outros, ainda que esteja sem nome. Às vezes, precisa apenas de um incentivo maior para que pinte com o mesmo cuidado com que desenha. Importante é que continue sempre a ser incentivada a desenhar...
O seu trabalho de recorte e colagem revela que, cada vez mais, tem compreendido as possibilidades de diferentes papéis recortados comporem juntos uma paisagem visual. Ressaltamos aqui a sua criatividade e a fluidez com que realizou esse trabalho de recorte e colagem que acompanha essa avaliação.
No que se refere ao desenvolvimento lógico-matemático, tem boa noção de quantidade, revelada nas atividades de estimativas por nós realizadas, conta sozinha, sem nenhuma interferência até o número 28 e escreve, também sem interferência, os numerais de 1 a 7. Não se dirigiu espontaneamente aos jogos da velha, trilha, resta um, dominó e palitos, precisando de nossa interferência para isso.
No almoço, serve-se sozinha, comendo muito bem, deixando de lado alguns legumes que não aprecia. Quanto às frutas, não tem se servido de mamão, a não ser com muita insistência das professoras.
Observando com atenção e carinho o sorriso da Vanessa e a sua explosiva alegria quando brinca, dança, canta, corre... aprendemos o quanto é essencial para a vida (das crianças e dos adultos) o movimento, a liberdade e a expansão do nosso corpo e, por que não dizer, da nossa alma.



Data e Informação do Responsável:

9 comentários:

elaenesantana

Seria possível enviar para o meu e-mail um modelo de fichas de avaliação,pois preciso montar uma e estou perdida nem sei por onde começar.desde já obrigado!
elaenesantana@oi.com.br

Anônimo

Seu blog é maravilhoso, riquissimo em informações, parabéns!
Assim como eu outras colegas temos duvidas ainda em Avaliação, trabalho com Educação Infantil, se não for incomodo gostaria que me enviasse um modelo (sugestão)de fichas de avaliação. Grata!
maria.josilva08@gmail.com

Anônimo

Parabéns pelo seu blog, trabalho em educação infantil a vários anos, e gostaria que me enviasse um modelo de ficha para avaliação para pré I 4 a 5 anos, desde já, obrigado.
cleusaved@hotmail.com

Anônimo

Parabéns pelo seu blog, se não for muito incomodo, favor me enviar um modelo de ficha de avaliação para pré, 4 a 5 anos. Muito obrigado
cleusaved@hotmail.com

Anônimo

Parabéns pelo seu blog, se não for muito incomodo, favor me enviar um modelo de ficha de avaliação para pré, 4 a 5 anos. Muito obrigado
cleusaved@hotmail.com

Anônimo

Parabéns pelo seu blog, se não for muito incomodo, favor me enviar um modelo de ficha de avaliação para pré, 4 a 5 anos. Muito obrigado
cleusaved@hotmail.com

Anônimo

Parabéns pelo seu blog, se não for muito incomodo, favor me enviar um modelo de ficha de avaliação para pré, 4 a 5 anos. Muito obrigado
cleusaved@hotmail.com

Lila

Seu blog é espetacular,adorei e gostaria de receber por e-mail um modelo de fichas de avaliação.Agradeço tua atenção

Anônimo

Deus abençoe seus dias,muito me ajudou pois estava perdida

 

Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | Template by MG Design